sábado, 30 de setembro de 2017

O Prédio das Mulheres que Desistiram dos Homens de Karine Lambert

Classificação: ⭐⭐⭐

Terminei a leitura do livro “O Prédio das Mulheres que Desistiram dos Homens” recentemente e decidi trazer-vos a minha opinião sobre ele. Ao longo do post irei também colocar alguns quotes do livro.

Para além da capa deste livro, o que me chamou à atenção foi o título e a sinopse. O livro conta a história de umas mulheres que vivem num prédio onde proibiram completamente a entrada dos homens. Mas acabam por estar sempre presentes nas memórias e nas mágoas de cada uma.

“Às vezes é preciso aprender a ficar de pé sozinha. É tão difícil.” (página 148)

Tudo corre “às mil maravilhas” até à chegada da Juliette, a nova inquilina do prédio, que vai começar a abalar aos poucos as convicções das mulheres deste prédio, porque ao contrário delas, a Juliette ainda não desistiu dos homens.

Todas as “Mulheres que Desistiram dos Homens” não desistiram simplesmente porque “sim”, mas por um motivo forte. E cada um desses motivos é revelado ao longo do livro e percebemos melhor o porquê desta escolha.

“A formação de um casal não é a única resposta à pergunta «como ser feliz?»” (página 163)

O prédio é “governado” pela Rainha, a dona do prédio e a pessoa que impôs esta regra, também ela com os seus motivos para a abstinência do amor dos homens na sua vida.

“Só nos palcos podemos dançar todos os dias com o nosso parceiro a mesma coreografia sem cair. Na vida real, é mais perigoso.” (página 32)

A história é maioritariamente narrada pela Juliette, mas também tem partes narradas pelas outras mulheres, quando o leitor fica a conhecer os motivos de cada mulher desistir dos homens. Estas partes são nos apresentadas através de flashbacks.

A narrativa é fluida e os capítulos são relativamente curtos.

É um romance perfeito para pessoas que não gostam romances muito clichés e muito lamechas, que é o meu caso. É um romance que nos mostra algo próximo às verdadeiras relações amorosas, sem o “viveram felizes para sempre” no final do livro, como nos contos de fadas. E estes são na minha opinião, os melhores romances.

Se alguém conhecer algum livro semelhante, ou tiver ficado interessado em ler “O Prédio das Mulheres que Desistiram dos Homens” digam-me nos comentários porque vou ficar muito feliz em saber!

Beijinhos e boas leituras!

Lia

Sem comentários:

Enviar um comentário