segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Dicas Para Escrever Ficção: Introdução à Escrita

Este post será o primeiro (mas não o último) em que vos vou dar algumas dicas sobre escrita de ficção. Sei que o foco do blog é a leitura, mas para lermos, alguém tem de ter escrito primeiro, e como muitos dos leitores gostam também de escrever (como é o meu caso), decidi compartilhar convosco umas dicas que aprendi num workshop (e outras que aprendi sozinha) que tive o privilégio de fazer, com o escritor (e professor) Fernando Évora, que já tem algumas obras publicadas (se tiverem interesse em saber um pouco mais, consultem: http://www.fernandoevora.com/index.html)

Escrever ficção é um trabalho bem mais complexo do que aquele que se julga ser, pelo que há muitas coisas a ter em atenção. Primeiro de tudo, é necessário entender o que é “escrita de ficção”. É uma escrita baseada na imaginação, mesmo que seja idealizada a partir de dados reais. Pode ser expressa num “conto”, numa “novela” ou num “romance” (entende-se por “romance”, não o género literário assim denominado, mas sim o género narrativo em prosa, geralmente longo, de aventuras imaginárias ou reproduzidas da realidade).

Há umas “etapas” (por assim dizer) que devem ser pensadas antes de começar a escrever: Quem está do outro lado? Quem será o nosso leitor? Dependendo de quem é o nosso público-alvo, assim temos de adequar a escrita, por exemplo, se eu estiver a escrever um livro infantil, não posso usar o mesmo tipo de linguagem que usaria se o meu público fosse adulto, teria de usar palavras mais simples e uma linguagem mais corrente (não significa usar o “calão”). Outro ponto importante sobre “quem é o nosso público” é o seguinte: Quem escreve, geralmente, imagina a reação de tal pessoa que é sua conhecida e a censura que esta lhe possa fazer sobre determinada parte do livro. O escritor acaba por modificar essa parte, por sentir medo/vergonha do que possam dizer sobre aquilo que ele escreveu. Isto é autocrítica e em demasia, pode acabar por prejudicar a história.

Para que é que escrevemos? O que nos leva a escrever? Em alguns casos, é uma forma de nos expressarmos, de tentarmos mudar mentalidades, de ensinarmos algo ao leitor, de passarmos uma mensagem. Haverá decerto outros motivos que levam o ser humano a escrever escrita de ficção, mas estes serão com certeza alguns deles.

Antes de iniciar a escrita também é bom conhecer o que já foi feito neste ramo, tentando criar algo diferente do que já existe, escrever algo que ainda não foi escrito. Ler o que já foi publicado ajuda não só nisto, mas também auxilia quando nos deparamos com algo “aparentemente se saída”, é bom saber como outros autores que também já tiveram problemas semelhantes, se “safaram” deles.
 
Outra dica importante para quem quer ser escritor é escrever. Escrever hoje, escrever amanhã, escrever e escrever. Só com prática e treino é que se consegue aperfeiçoar a arte de escrever. É errando e corrigindo o erro que o ser humano aprende, e nesta, como em qualquer outra área, o treino é uma parte muito importante.

Durante o processo da escrita, também há alguns pontos curiosos. Por exemplo o que nos faz ter inspiração para escrever? Porque é que há dias em que nos sentimos com vontade de escrever e outros em que só pegamos na caneta e não conseguimos escrever uma palavra sequer? Bem, para ser sincera, não tenho resposta a estas questões, mas deixo-as no ar, para que reflitam sobre elas.
 
Só para esclarecer, eu não sou nenhuma escritora "profissional" (se é que se pode chamar assim) com algum livro editado, apenas escrevo nos meus tempos livres, e como tive oportunidade de aprender mais, achei que era uma boa ideia partilhar os meus conhecimentos com vocês!
 
Espero que tenham gostado desta introdução à escrita de ficção, farei mais posts relacionados com este tema em breve! Se tiverem alguma dúvida em relação à escrita de ficção, é só perguntarem, ajudar-vos-ei no que puder!
 
Beijinhos e boas leituras!


Lia ❤
 
 

2 comentários:

  1. Menina! Que massa essas dicas e você se expressou de uma forma tão espontânea que parece ser fácil de conduzir uma obra de ficção, obrigada por compartilhar esses conhecimentos por essa novidade de post, quero ler mais sobre outros gêneros!
    Bjsss
    Dih!

    livroseemocoes.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Que bacana ter a oportunidade um workshop com escritor, achei incrível as dicas que passou e eu nem fazia ideia de que você também gosta de escrever. Você escreve em algum lugar? Adoraria ler algo!

    Um beijão, Carol
    Blog com V.

    ResponderEliminar