sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Prémio Melhores do Ano 2017


Para o último post do ano, trago-vos os prémios dos melhores do ano de 2017, numa versão literária criada pela Rê do canal de You Tube “Palavras Radioativas” (aqui está o link do vídeo dela: https://www.youtube.com/watch?v=hQynPDDtw9E)

Sem mais demoras, vamos passar às categorias:

1.       O gênero mais lido de 2017

Não tive um género que eu lesse mais este ano. Os que li mais são dos géneros YA, romance e banda desenhada.

2.       Melhor desfecho em um livro lido em 2017

Gostei muito do final do livro “A Química dos Nossos Corações” de Krystal Sutherland, porque me pareceu um final tão real e que se adequou na perfeição ao livro em questão. Para quem quiser ver a minha opinião completa sobre este livro, já fiz um post sobre ele, aqui no blog! (http://euliaeleio.blogspot.pt/2017/07/a-quimica-dos-nossos-coracoes-de.html)

3.       Melhor adaptação literária de 2017

Eu assisti a algumas adaptações literárias este ano, mas não li os respetivos livros, portanto não sei se foram fieis ou não. Uma das que eu assisti recentemente, no cinema, foi extraordinário. Curiosamente, não tinha muita vontade de ler o livro, mas em relação ao filme, fiquei com vontade de assistir. Acabei por sair do cinema com uma vontade enorme de ler o livro, porque o filme, esse, foi simplesmente fantástico!

4.       Melhor romance em um livro lido em 2017

Vou ter de repetir e dizer novamente “A Química dos Nossos Corações” de Krystal Sutherland, não é pelo romance dos protagonistas, mas pela forma como o amor é retratado neste livro, através de todos os personagens.

5.       Melhor fantasia lida em 2017

Este ano eu não li livros de fantasia praticamente nenhuns, por isso não tenho muita opção de escolha e tenho de dizer o livro “Eternidade” de  Alyson Noël, que é o único deste género que eu me lembro de ter lido este ano. Apesar de estar longe de ser perfeito para esta categoria. Se quiserem saber a minha opinião mais detalhada deste livro, aqui está o link do post em que falei dele: http://euliaeleio.blogspot.pt/2017/10/eternidade-de-alyson-noel.html.

6.       Melhor casal literário de 2017

Gostei bastante da Aysel e do Roman (do livro “Meu Coração e Outros Buracos Negros” de Jasmine Warga) e de como todo o afeto e carinho de um pelo outro originou uma amizade tão fantástica, mesmo no meio de uma enorme depressão. Se esta amizade se torna amor ou não, deixo-vos a vocês por descubrir. Até lá, podem ver oque eu achei deste livro no post que fiz sobre ele: http://euliaeleio.blogspot.pt/2017/05/meu-coracao-e-outros-buracos-negros-de.html.

7.       Melhor personagem masculino de 2017

Para ser sincera, não tive nenhum personagem masculino que gostasse muito, mas para não deixar a resposta em branco, escolho o Roman do livro do livro “Meu Coração e Outros Buracos Negros” de Jasmine Warga, que foi um personagem que eu gostei.

8.       Melhor personagem feminino de 2017

Neste caso, não há margem para duvidas, a melhor personagem feminina deste ano foi sem dúvida a Judy Abbott, do livro Papá das Pernas Altas de Jean Webster. Este livro é um chicklit fantástico e é dispensável dizer que me diverti imenso com esta personagem ao ler o livro!

9.       Melhor autor de 2017

Uma autora que me surpreendeu bastante este ano foi a Helena Magalhães, autora do livro “diz-lhe que não”. Simplesmente estou a amar acompanhar o trabalho dela, tanto na literatura, como em tudo o resto.

10.   Melhor livro de 2017

Tive poucos “melhores” livros, mas ainda assim, a escolha foi difícil! Mas acabei por eleger o livro “diz-lhe que não” de Helena Magalhães como o melhor livro do ano! Se quiserem saber porquê, é só lerem o post que fiz sobre ele: http://euliaeleio.blogspot.pt/2017/05/diz-lhe-que-nao-de-helena-magalhaes.html.

 
Espero que tenham gostado do último post de 2017 por aqui! Até para o ano!
 

Beijinhos e boas leituras!

Lia

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

5 livros que pretendo ler no próximo ano, sem falta!

Para quem não sabe, 2017 foi um falhanço total para a minha meta de livros lidos. Não consegui ler a quantidade que tinha planeado, nem alguns dos que eu tinha planeado inicialmente.

Li apenas 17 livros da meta de 25 que tinha planeado no início do ano. Ainda não sei se farei nova meta para 2018 ou não, mas existem alguns livros que eu não quero mesmo passar para 2019 sem ter lido. Decidi então fazer este post com alguns desses livros. No final do ano, direi se consegui lê-los ou não. Todos eles são livros que eu tenho aqui em casa, portanto não entram os livros que serão lançados no próximo ano e que pretendo ler também.

Caso não conheçam os livros em questão, podem ler a sinopse que eu colocarei por baixo de cada título.




“Eu Estive Aqui” de Gayle Forman

SINOPSE:

Cody fica chocada e arrasada com o suicídio de Meg, a sua melhor amiga. A pedido dos pais desta, Cody viaja até Tacoma, onde a amiga estudava, para reunir os seus pertences. Espantada, Cody descobre que Meg nunca lhe falara de inúmeros aspetos da sua vida. Por exemplo, os novos amigos, que são o tipo de pessoas com quem Meg nunca se daria antes de entrar para a faculdade, ou Ben, o vocalista de uma banda por quem a jovem se apaixonara. Porém, a sua maior descoberta ocorre quando acede ao computador de Meg e de repente tudo o que pensava que sabia sobre a morte da amiga se desmorona. Cody decide então levar esta descoberta às últimas consequências.

 

“Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los - O Argumento Original do Filme” de J. K. Rowling

SINOPSE:

A ação do filme Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los começa no ano de 1926, no momento em que Newt Scamander, representado por Eddie Redmayne, premiado com um Óscar da Academia, conclui uma viagem à volta do mundo para encontrar e documentar um conjunto extraordinário de criaturas mágicas.

Tendo chegado a Nova Iorque para uma breve paragem, ele poderia ter partido de imediato sem qualquer incidente... não fosse um No-Maj (termo americano para Muggle) chamado Jacob, uma pasta mágica perdida e a fuga de alguns dos monstros fantásticos recolhidos por Newt, que causam grandes problemas quer no mundo da feitiçaria quer no mundo No-Maj.

 

“Não Há Coincidências” de Margarida Rebelo Pinto

SINOPSE:

Não há coincidências conta as aventuras amorosas de Vera, uma "trintinha" solteira que oscila entre uma existência leve e o mito do príncipe encantado com quem sonha casar e ter filhos. Vera ama platonicamente João, vive com Tiago e tem um caso com Luís. Mas a sua vida muda quando se apaixona por Manel…

Eis uma narrativa divertida e envolvente que nos faz pensar que na vida não há coincidências.

 

“Delirium” de Lauren Oliver

SINOPSE:

Houve um tempo em que o amor era a coisa mais importante do mundo. As pessoas eram capazes de ir até ao fim do mundo para o encontrar. Faziam tudo por amor. Até matar. Finalmente, no século XXII, os cientistas descobrem a cura para o delírio do amor, uma perigosa pandemia que infecta milhões de pessoas todos os anos. E o governo passa a exigir que todos os cidadãos recebam o tratamento ao cumprirem 18 anos. Quando faltam apenas noventa e cinco dias para a tão aguardada cirurgia, Lena faz o impensável e sucumbe a uma irreprimível e incontrolável paixão…

 

“Gostas do que Vês?” de Rute Pinheiro Coelho

SINOPSE:

Natália e Cecília não se conhecem. São duas mulheres jovens muito diferentes, uma introvertida e amargurada, a outra confiante e determinada. Mas têm a irmaná-las o excesso de peso - e, apesar de cada uma lidar com ele à sua maneira, fugindo do espelho ou assumindo o corpo, a verdade é que nem sempre é fácil viver numa sociedade com os cânones de beleza instituídos e na qual se convive diariamente com o preconceito.

Natália está convencida de que não merece ser feliz; Cecília, pelo contrário, numa atitude desafiante, defende a beleza das suas curvas e o seu direito à felicidade, independentemente da diferença e da discriminação social.

Num mundo em que se mascara a felicidade com plásticas e dietas loucas, Rute Coelho construiu uma história realista e surpreendente sobre a forma como podemos e devemos assumir o nosso corpo, aprendendo a gostar dele através das mudanças necessárias.



Espero que consiga cumprir todas estas leituras no próximo ano! (Desejem-me boa sorte!)

Quanto a vocês, também tem livros que não querem de forma alguma deixar por ler no próximo ano? Se sim, contem-me nos comentários quais são!


Beijinhos e boas leituras!

Lia
 
 

segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

Tag: Natal em Livros

Hoje trago-vos uma tag natalícia. Já é um pouco em cima da hora, mas aqui vai!

1. Árvore de Natal - Um livro com capa bonita

R.: Todos os livros da coleção "A Minha Vida é um Filme" da Paula Pimenta tem capas bonitas e que eu aprecio bastante.

2. Ceia - Um livro com enredo recheado

R.: "Tormenta" - (Tempest - Volume 1) de Julie Cross é um livro com um enredo recheado, mas não é algo positivo neste livro. Existem muitos acontecimentos e isso acaba por cansar um pouco quem está a lê-lo.


3. Panettone - Um livro amado por uns e odiado por outros 

R.: "As Cinquenta Sombras de Grey" de E. L.James é um livro que sempre vi a dividir opiniões devido à temática que aborda, sendo ele um romance erótico com masoquismo e sadomasoquismo (corrijam-me se estiver errada, uma vez que não li estes livros, não tenho 100% de certeza dos factos enunciados)

4. "É pavê ou pacomê?" - Um livro que está abandonado na estante

R.: Tantos que até tenho vergonha... Uns deles são todos os volumes da série "Hush Hush", que para quem não sabe, são sobre anjos, coisa que eu AMO nos livros!

5. "E os namorados?" - Um livro que você namorou por muito tempo na livraria até finalmente comprar 

R.: Isto aconteceu-me recentemente com o livro "Quem Nunca Morreu de Amor" de Eduardo Sá. Andei a "namorar" este livro por um bom tempo até o encomendar pela wook (que é um dos lugares onde se consegue melhores preços). Não sei muito sobre este livro, mas pareceu-me muito ao estilo do livro "diz-lhe que não" da Helena Magalhães (que por acaso adorei!), por isso decidi comprá-lo.

6. Amigo Secreto - Um livro que te surpreendeu 

R.: "A Química dos Nossos Corações" de Krystal Sutherland foi um livro que eu tinha expetativas, mas como falavam tão pouco dele, achei que não fosse assim tão bom quanto isso, mas parece que acabei por me enganar, porque foi um livro simplesmente fantástico.

7. Presente - Um livro que te deixou feliz 

R.: Adorei ler qualquer um dos livros da série "Harry Potter" (até ao quinto livro, porque ainda não li os últimos dois...). Todos eles me deixam de sorriso na cara ao ver as aventuras pelas quais o Harry e os amigos passam.

8. Papai Noel - Um livro para dar de presente 

R.: Depende muito de quem é a pessoa a que estamos a oferecer o livro e quais são os seus gostos literários. Um livro que provavelmente iria agradar mais pessoas seria, por exemplo o livro "O Caderno das Piadas Secas - 500 Tentativas de ter graça" de Pedro Pinto, João Ramalhinho e Gonçalo Castro. É um livro cheio de piadas secas (e uma ou duas mais picantes), que agrada e entretém com facilidade qualquer adulto.


E chegamos ao fim da tag! Espero que tenham gostado e se quiserem fazer também, estejam à vontade!

Apesar de já estar quase no fim, desejo-vos a todos um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo!


Beijinhos e boas leituras!

Lia 

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

A minha opinião sobre... comprar livros em segunda mão


O post de hoje é um pouco diferente do que já fiz aqui no blog. Venho contar-vos a minha (curta) experiência com livros em segunda mão. Onde compro, os preços, o estado dos livros, pontos positivos/pontos negativos, se recomendo ou não... Entre outras coisas. Se este tipo de posts vos interessa, continuem a ler!

Primeiro de tudo, quero referir que eu sempre fui uma pessoa que sempre foi a favor de comprar livros novos em vez de livros em segunda mão. Porém, quando li o livro "Papá das Pernas Altas", que já tinha encalhado na estante à imenso tempo, descobri que havia uma continuação e como tinha gostado tanto do primeiro livro, queria muito ler o segundo. Mas como era um livro já antigo, não consegui encontrar nas livrarias online em que costumo comprar livros. Foi então que decidi pesquisar no olx, um site de compra e venda de artigos de segunda mão. Também existem grupos só de compra, venda e troca de livros novos e usados (em Portugal) no facebook, e inclusive estou em alguns. A rede social “skoob” também nos permite trocar livros, mas à que ter em atenção que muitos dos usuários são do Brasil, pelo que a troca não sairia monetariamente muito vantajosa para nenhuma das partes.

Acabei por não comprar apenas a continuação deste livro, mas outros livros que pertencem a uma espécie de “coleção” de chicklits, um género que eu nunca tinha lido (pelo menos que me lembre), mas que gostei bastante da primeira impressão que tive.

Comprei então os livros “Querido Inimigo” de Jean Webster, que é a continuação de “Papá das Pernas Altas” (Sinopse de “Querido Inimigo”: Sallie McBride, uma rapariga de boas famílias, converte-se sem querer na nova encarregada do orfanato rural John Grier, um cargo para o qual não está nada preparada... Presa no campo, sem mais companhia do que um político retirado e o médico que trata dos órfãos, Sallie descobrirá que há uma vida para lá da alta sociedade de Nova Iorque, aprenderá a ser altruísta... e conhecerá o seu verdadeiro amor.) e comprei também o livro “Amores de uma Solteirona” de Lillian Bell (Sinopse: O que fazer quando se está prestes a fazer trinta anos e se continua solteira? O que fazer quando todas as tuas amigas se casaram e acabas de perder o último comboio? Além disso, na sociedade dos princípios do século XX, ser uma mulher solteira não está nada bem visto… mas a protagonista desta história não está disposta a desistir e quer encontrar o amor mesmo que isso custe o casamento de uma das suas amigas.). Estes dois foram numa primeira compra a uma vendedora.

Algum tempo depois, comprei “Uma Rapariga à Moda Antiga” de Louise May Alcoot a outra vendedora (Sinopse: Polly, uma camponesa com poucos recursos, vai para a grande cidade e encontra um mundo que a ultrapassa por completo, um mundo regido pelas aparências e pela hipocrisia no qual, com o seu coração de ouro e a sua infinita paciência, deverá aprender a encaixar e conquistar o seu lugar. Um romance destinado a comover profundamente o coração das suas leitoras, como já o fez Mulherzinhas, da mesma autora.)

Os preços dos livros em segunda mão que comprei, tanto na primeira compra como na segunda, foram bastante acessíveis. Paguei 3 euros em cada um, mais o valor dos portes de envio. Porém isto depende sempre do preço que cada vendedor estipula, ou do estado do livro.

Quem compra livros em segunda mão tem de ter fixo na ideia que o estado em que os livros estão não é o mesmo que quando comprados em primeira mão. A capa tem sempre algum “defeitozinho”, algum risco, amasso, ou as folhas estão um pouco amareladas do tempo. Mas para quem gosta de comprar livros baratos e não é picuinhas com os detalhes (o que, definitivamente não é o meu caso…) acho que os livros em segunda mão são uma ótima alternativa.

Os primeiros livros que comprei estavam com alguns destes defeitos, mas tentei não ligar muito, porque se não fosse numa compra de segunda mão nunca os conseguiria comprar e ler. O segundo livro que comprei, já estava um pouco melhor, mas mesmo que não tivesse, iria tentar ver as coisas de forma positiva novamente.

Como pontos positivos, para além dos preços acessíveis, foi ressaltar a oportunidade de comprar livros que já esgotaram e em caso de ser colecionador de algum livro, conseguem-se algumas edições mais raras de livros mais antigos.

Como pontos negativos, no caso de comprar online, é a incógnita por vezes, sobre o real estado do livro e se a foto e legenda correspondem realmente ao estado do livro que se está a adquirir. Além disso, se o pagamento for por transferência bancária (como foi no meu caso), tem de haver alguma confiança de que depois do pagamento a pessoa que está do outro lado vai realmente enviar o livro, uma vez que, normalmente só depois de a transferência estar concluída é que o livro segue para envio. Felizmente neste aspeto, as pessoas a quem eu comprei os livros foram impecáveis, mas nem todos podem ser assim.

Resumindo, gostei destas primeiras experiências em compras de livros em segunda mão. Não quer dizer que passarei a só comprar livros usados, mas quando algum livro já não se encontrar disponível nas livrarias por ter esgotado definitivamente, o recurso a plataformas como o olx ou os grupos no facebook para compra, venda e troca de livros, ou até mesmo o skoob são uma ótima opção.

Beijinhos e boas leituras!

Lia