quarta-feira, 31 de maio de 2017

Meu Coração e Outros Buracos Negros de Jasmine Warga

Classificação: ⭐⭐⭐⭐⭐

Meu Coração e Outros Buracos Negros é um livro (maravilhoso) que aborda o tema do suicídio e o tema da depressão, maioritariamente.

O livro conta a história de uma adolescente de 16 anos, a Aysel, que vive com a mãe, o padrasto e os seus dois meios-irmãos mais novos. Ela estuda e tem um trabalho a meio tempo numa empresa de telemarketing. Sofre com depressão e pondera a ideia de vir a cometer o suicídio. Enquanto trabalha, costuma aceder a um site chamado “Passagens Tranquilas”, onde pretende encontrar um parceiro de suicídio.

Roman é um rapaz de 17 anos e que à partida não tem nada de comum com Aysel Tem uma família que o adora e tem vários amigos à sua volta, mas tal como Aysel, também sofre com depressão e também frequenta o site “Passagens Tranquilas”, em busca de um parceiro para atingir o seu objetivo: o suicídio.

Aysel e Roman conhecem-se neste site e planeiam cada pormenor do seu próprio suicídio juntos, escolhendo a data de 7 de abril para o concretizar. Começa então uma contagem regressiva para o dia em que todo o sofrimento de ambos irá terminar.

Apesar de já ter lido alguns livros com a temática do suicídio que são fantásticos, este pareceu-me espetacular, porque a toda a hora, sentimos como a depressão afeta realmente as pessoas e como a “lesma preta” que existe dentro delas as ataca e as corrói por dentro, matando cada emoção positiva que pudesse existir e isso é algo que, na minha perspetiva, a autora soube trabalhar muito bem.

Para além desta forma maravilhosa que a autora escolheu para abordar o tema do suicídio, quase tudo me parece realista e autêntico, pudendo, talvez, o final ter-se desenvolvido um pouco rápido de mais do que deveria (não irei alargar-me nesta minha opinião sobre o final, para evitar dar spoilers).

A narrativa é muito fluida, prende o leitor à história e a autora consegue dar muitos (usando uma expressão do Português do Brasil) “tapas na cara” do leitor.

A quem procura um romance fofinho, pode esquecer este livro, porque este não é o tipo de livro em que ambos sofrem, conhecem-se e, num piscar de olhos, tudo fica maravilhosamente bem. Este livro não romantiza o suicídio, até porque na realidade, sabemos que não basta que a pessoa entre na nossa vida e todos os problemas desapareçam. Falando mais concretamente neste livro, não basta que a Aysel e Roman se conheçam para que o motivo pelo qual eles pretendem morrer desapareça de um momento para o outro. E este é sem dúvida um dos pontos mais positivos do livro.

Por fim, esta história deixa-nos uma mensagem de esperança: A quem está a passar pelo mesmo, mostra que não estão sozinhos; A quem assiste a alguém que possa, eventualmente, estar a passar pelo que a Aysel ou o Roman passam, ensina que devemos estender a mão e oferecer ajuda, em vez de ficarmos calados, só por não sabermos como abordar a situação, ou simplesmente desvalorizar esta doença, até porque a depressão é algo da qual é difícil sair sem ajuda de alguém.

Meu Coração e Outros Buracos Negros foi um livro que me levou à reflexão e me fez compreender ainda melhor este tema, cada vez mais abordado na literatura: o suicídio e as causas que nos levam a cometê-lo.

Espero que tenham gostado e que, se tal com eu adoram ler livros com esta temática, deem uma oportunidade a esta leitura, porque estou certa de que não irão arrepender-se.

Beijinhos e boas leituras!

Lia

Sem comentários:

Enviar um comentário